Últimos assuntos
» Existe livre-arbítrio?
Ter Maio 27, 2014 9:28 am por Renato

» Forum Canal de HIstoria
Dom Fev 26, 2012 4:19 pm por Valisum

» Mudança nas atitudes dos encarregados de educação
Dom Nov 13, 2011 9:10 am por Renato

» Que é Deus? Ele existe? Como?
Sab Nov 12, 2011 7:33 am por Renato

» Darwin e a teoria da evolução
Seg Ago 15, 2011 8:06 pm por Varela

» Fórum Máscaras de Deus - Filosofia Oriental e Espiritualismo Prático
Seg Maio 23, 2011 3:59 am por Renato

» Alpha Centauri - Filosofia Oriental e Espiritualismo
Qui Abr 21, 2011 7:25 am por Renato

» Videos imperdiveis...
Sex Mar 11, 2011 1:06 pm por Renato

» Cartoons Engraçados
Dom Jan 30, 2011 9:18 pm por Renato

Partido Pelos Animais

Inversão de valores.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Inversão de valores.

Mensagem  Lucas Benetti em Dom Jun 28, 2009 3:03 am

Olá. Acho que este é um tema bastante falado, e gostaria de saber a opinião de vocês.
Vivemos hoje uma inversão de valores?

L.

Lucas Benetti
Participante
Participante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 28/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  lobo17 em Dom Jun 28, 2009 3:36 am

Caro Lucas,

Sinceramente, para mim não está a haver inversão nenhuma! Mas apenas uma falta de ensinamento de valores aos jovens!
Os pais estão a demitir-se constantemente da sua principal tarefa, SER PAIS! E isso está a ter consequências graves no mundo em que hoje vivemos!
Sinceramente acho que gostava de voltar a viver um pouco entre os séculos XVII e XIX, simplesmente porque nesse período da história, os verdadeiros cavalheiros, eram simplesmente isso, cavalheiros! Eram gente que punham os seus valores morais, à frente de tudo e de todos! E muitas vezes é isso que se precisa, pois isso evita corrupção e outras coisas!
É claro que nestas épocas haviam coisas que tinham de ser mudadas, mas acho que com o nosso conhecimento actual, se conseguíssemos voltar a incutir os valores morais que eram incutidos nesses tempos às crianças, seríamos então uma grande espécie!

abraço

lobo17
Participante
Participante

Mensagens : 10
Data de inscrição : 28/06/2009
Idade : 24
Localização : Coimbra, Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Lucas Benetti em Dom Jun 28, 2009 3:54 am

Lobo, os valores capitalistas estão em profundo contraste com o de muitas religiões, das quais muitas pessoas extraem os seus valores de vida. Neste ponto de vista, você não acha que estamos passando por um processo de Inversão de Valores?

L.

Lucas Benetti
Participante
Participante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 28/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  dire Z'one em Dom Jun 28, 2009 4:10 am

Boas. Acho que não se deveria falar de uma inversão de valores mas sim de uma evolução dos mesmo, para não ser tão radical. Podem ler, por exemplo, a história de Sudoma e Gumorra, que, supostamente, foi destruida( Sudoma) por Deus para castigar os Homens por violarem as Morais de Deus. Acho que não há uma transmição errada de valores por parte dos pais, mas sim por parte dos meios de comunicação que muitas vezes apelam a instintos básicos como a reprodução ou violencia( ID) e não aos valores mais altos( Super-Ego). Mas os próprios pais não o podem controlar nem a internet, nem a TV. O máximo que podem fazer é protestar por algo, mas eles nem notam isso porque estão demasiado ocupados a trabalhar. Enfim, por exemplo, eu acho um atentado à minha inteligencia colocarem anúncio com temas sexuais ou violentos só para chamerem a minha atenção, e não acho que seja um atentado só amim mas sim a todos. Estão a usar a parte mais básica da nossa mente, o ID, dizendo ao Super-Ego que está tudo bem, e convencendo-nos a aceitar certas coisas. Rolling Eyes Infelizmente tive de reescrever tudo porque o Lucas escreveu um post. Espero que esteja tudo em ordem.

Abraços, Dire Idea
avatar
dire Z'one
Participante Regular
Participante Regular

Mensagens : 66
Data de inscrição : 26/06/2009
Idade : 26
Localização : Num Universo Relativamente Longe do Teu, Sir!

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Lucas Benetti em Dom Jun 28, 2009 4:29 am

Dire, supondo que eu sou um empresário, e abro um empresa numa cidade X. Graças aos meus bons preços e ao meu ótimo trabalho, elimino a concorrencia, de modo que o lucro da concorrência não dê nem para eles se sustentarem. Posso dizer que fui violento com estas pessoas, já que fui a causa de sua fome(por exemplo)? E isto não estaria em profundo contraste com o valor da "não-violência"?
E aprofundando um pouco mais, seria correto dizer (se as duas respostas acimas forem afirmativas) que existe um paradoxo na sociedade no que tange a violência, já que embora ela nao permita em um campo(Físico), ela permite num campo mais abstrato(Relações econômicas)?
[]'s
L.

Lucas Benetti
Participante
Participante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 28/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  dire Z'one em Dom Jun 28, 2009 4:39 am

Olá, Lucas. Quanto à sua pergunta é verdade que isso tudo é um crime. Alias há um orgão de justiça, que em Portugal se chama: Alta Autoridade para a Concorrência, que permite que esse tipo de coisas não aconteça. Muitas das empresas mãe criam sub-divisões para concorrerem umas com as outras. Mas isto tudo é legal e está dentro dos parametros legais da concorrência. Por exemplo, a UE obrigou todas as empresas de telemóveis a baixar os preços de chamada para um valor limite.

Abraços, Dire Idea
avatar
dire Z'one
Participante Regular
Participante Regular

Mensagens : 66
Data de inscrição : 26/06/2009
Idade : 26
Localização : Num Universo Relativamente Longe do Teu, Sir!

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Renato em Dom Jun 28, 2009 4:53 am

Lucas Benetti escreveu:Olá. Acho que este é um tema bastante falado, e gostaria de saber a opinião de vocês.
Vivemos hoje uma inversão de valores?

L.

Puxa!!! esse novo fórum tá badalado mesmo hein!!! nem dá tempo de ler e responder todos os posts
De certa maneira, concordo com o que todos postaram aqui.

De fato, hoje se fala muito em inversão de valores.
E eu, acho que existe essa inversão sim.
Todos acham "ridículo" aqueles tempos em que os namorados tinham que namorar em casa; aqueles tempos em que se pedia a bênção para pai, mãe, tios e avôs e avós. Quer dizer, todos acham ultrapassados e "cafonas" aqueles tempos em que se respeitavam os mais velhos, em que as pessoas se respeitavam mutuamente.

O que é uma inversão de valores? é fazer tudo isso ao contrário: o pai dá uma bronca no filho porque ele não tirou boas notas (ou dá a bronca no professor?? Evil or Very Mad pior ainda!!!) e o filho hoje, xinga o pai.
Todos acham cruel, quando travestis eram trancados em manicômios, mas hoje todo mundo acha normal travestis ficarem mostrando seus seios se silicone no meio da rua.
Antes, ter uma família era uma coisa honrosa. Mas hoje, se acha normal homens e mulheres casarem-se várias vezes e ter vários amantes.
Acha-se normal hoje garotas de 13 ou 14 anos serem mães e fazer sexo com vários parceiros.

Uso de drogas: acham normal em cidades da Suíça ou Hungria fecharem ruas para usuários de ópio ficar injetando droga em praça pública.

os sociólogos e demais defensores dos direitos humanos chamam a isso de "democracia", eu chamo de inversão de valores.

O aborto como direito... direito do que?? de matar???

Eu só toquei de leve no assunto. Tem o comércio de sexo na internet, nas ruas e nos cabaré de luxo, e a sociedade já vê isso como coisa corriqueira.

O responsável por isso: igreja católica (e as protestantes também) que reprimiu todas essas coisas durante 2mil anos, e agora que ela perdeu o poder ante a Ciência e o Capital, esses desejos inconscientes e reprimidos ressurgem e extrapolam de forma violenta e incontrolável.

Até mais,

Renato
avatar
Renato
Participante Dedicado
Participante Dedicado

Mensagens : 175
Data de inscrição : 27/06/2009
Idade : 47
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  lobo17 em Seg Jun 29, 2009 12:19 am

Olá Renato, concordo com tudo ou quase tudo o que tu disseste no teu post, até ao momento em que nomeaste os responsáveis!

É assim eu não acredito em Deus, não digo que não haja uma entidade superior a nós, mas simplesmente não acredito nas religiões humanas, mas no fórum antigo eu descrevi a mina opinião sobre o cristianismo e Jesus! Posso não acreditar no cristianismo enquanto entidade representante de deus, mas concordo plenamente com a maior parte dos valores presentes nele!

A igreja poderá ter reprimido muitas coisas, mas mesmo assim, não creio que a igreja seja a culpada disto! Consigo perceber o teu ponto de vista! Mas não acredito, que seja a igreja a culpada! Penso que o culpado é o homem e a sua extrema liberalização de certas coisas, o excesso de liberdade do homem penso que levou a uma certa utilização de libertinagem, e é isso que provocou esta situação!

Renato se puderes esclarecer um pouco mais o teu ponto vista, eu agradeço, porque achei interessante o teu lado! Wink

abraço

lobo17
Participante
Participante

Mensagens : 10
Data de inscrição : 28/06/2009
Idade : 24
Localização : Coimbra, Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Peregrino em Seg Jun 29, 2009 11:14 pm

Creio que existe mais uma MUDANÇA nos valores, e não necessariamente uma inversão. Se bem que essa mudança pode ser tão aguda em alguns casos que pode levar até uma interpretação de inversão.

Primeiro, temos que entender todos os fatores, ambiente, cultura, rumo dos objetivos, interesses e maneira de pensar das sociedades humanas. Não é só os valores que mudaram. TUDO mudou, e a sociedade humana está mudando depressa e radicalmente. É lógico que tudo isso reflete nos valores humanos.

Por exemplo, no caso dos pais com os filhos. Não deixa de ser um pouco dos frutos do tipo de sistema que foi criado, o capitalista-competitivo. Para sobreviver, necessita-se cada vez mais de empenho, dedicação e energia do humano no mercado de trabalho. Há uns 50 anos atrás, pensava-se num trabalho que pudese prover o sustento e cuidar da família. Hoje é muito mais que isso. É a busca frenética pela carreira e sucesso profissional, que não raro custa muito para o humano em sentido físico, mental e emocional.

Tudo isso aliado a um estilo de vida egocêntrico, imediatista, num ritmo alucinante, onde tenta-se fazer tudo ao mesmo tempo, resulta numa profunda mudança nos valores.


Última edição por Peregrino em Seg Jun 29, 2009 11:28 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Peregrino
Participante
Participante

Mensagens : 30
Data de inscrição : 27/06/2009
Localização : Latitude -23° 32’ e 51” ; Longitude -46° 38’ 10”

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Peregrino em Seg Jun 29, 2009 11:20 pm

Um último fator relativamente polêmico é a crescente TOLERÂNCIA que a sociedade atual desenvolve. A semântica que envolve a tolerância é deslumbrante, mas como a exercer de forma equilibrada, não sendo nem fundamentalista nem permissivo? A humanidade viveu muito tempo debaixo da ditadura, da inquisição, do fanatismo, da intolerância e do pensamento radical. Hoje a sociedade moderna abomina isso. Já é um passo louvável.

O próximo passo é atingir o equilíbrio para não ser permissivo demais, ter uma visão clara do limite das coisas. Mas precisamos ser pacientes. Os efeitos colaterais de uma sociedade em mudanças é compreensível e até esperado. Tudo bem, não podem ser ignorados e deve-se enxergar esses revezes e crescer com isso.

Sem ser idealista demais, acho que devemos esperar até ver o rumo que a humanidade vai tomar, se vai estabilizar, ou se vai continuar mudando ou se até mesmo irá entrar em declínio. Enquanto isso vamos continuar a ver nítidas mudanças nos valores.
avatar
Peregrino
Participante
Participante

Mensagens : 30
Data de inscrição : 27/06/2009
Localização : Latitude -23° 32’ e 51” ; Longitude -46° 38’ 10”

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Renato em Ter Jun 30, 2009 1:48 am

Olá lobo17,
O post do peregrino é bem aquilo que eu penso a respeito, veja:

Peregrino escreveu:Um último fator relativamente polêmico é a crescente TOLERÂNCIA que a sociedade atual desenvolve. A semântica que envolve a tolerância é deslumbrante, mas como a exercer de forma equilibrada, não sendo nem fundamentalista nem permissivo? A humanidade viveu muito tempo debaixo da ditadura, da inquisição, do fanatismo, da intolerância e do pensamento radical. Hoje a sociedade moderna abomina isso. Já é um passo louvável.

O próximo passo é atingir o equilíbrio para não ser permissivo demais, ter uma visão clara do limite das coisas. Mas precisamos ser pacientes. Os efeitos colaterais de uma sociedade em mudanças é compreensível e até esperado. Tudo bem, não podem ser ignorados e deve-se enxergar esses revezes e crescer com isso.

Sem ser idealista demais, acho que devemos esperar até ver o rumo que a humanidade vai tomar, se vai estabilizar, ou se vai continuar mudando ou se até mesmo irá entrar em declínio. Enquanto isso vamos continuar a ver nítidas mudanças nos valores.

E primeiro lugar, temos que conceituar liberdade.
Ora, é precisamente liberdade que as pessoas nunca tiveram nos regimes totalitários citados pelo peregrino. Se é dito ao ser humano como ele deve agir, como ele deve se comportar em uma sociedade, e se o não cumprimento dessas regras gera certos tipos de punições, aonde está a liberdade do indivíduo.
Falta de liberdade é quando o indivíduo delega o seu destino, e as decisões que lhe cabem tomar (enquanto ser consciente que evolui em busca do auto-conhecimento e da auto-conquista) a outrem. É quando o seu pai diz: "você será médico por que isso é o melhor para você". È o seu pai que está decidindo o seu destino e não você. É quando a igreja dizia: "fora da igreja não há salvação, e portanto, se você pensar diferente de nós, ou construir teorias que venham a nos contrariar, nós puniremos você com o fogo do inferno (você ia para a fogueira mesmo´rsrs). É quando um regime totalitário como o Comunismo diz que você não pode se tornar rico através do seu trabalho, mas sim que todos os bens está em poder do Estado a benefício de todos.

A isso tudo se chama falta de liberdade.

Mas, com a evolução dos costumes e do Direito, a sociedade passou a criticar esse tipo de instituições dominadoras - família, escola, Estado, religião - principalmente tendo como arrimo, nesse processo de emancipação, a Ciência.
E então o que é uma inversão de valores? Ora bem, tudo aquilo que foi recalcado explode de forma incontrolável, de forma a se tornar o reverso da moeda: "se nossos pais nos trataram com extrema rudeza, não dêmos atenção aos seus conselhos, porque, é uma forma de eles se manterem no poder e nós, submissos". "Se a igreja enganou a humanidade durante 20 séculos, que então não se questione a Ciência que nos libertara das trevas". "Se o Comunismo matou milhões de pessoas, então deixa a democracia neoliberal vigorando, pois pelo menos ela nos dá alguma "liberdade". LEMBRANDO AQUI, QUE HOJE, A ciência É A ÚNICA INSTITUIÇÃO SOCIAL QUE CONSEGUE ESCAPAR A UMA AUDITORIA, científica, digamos, DELA PRÓPRIA

O que o peregrino está querendo dizer é que, para se ter uma liberdade legítima, há que buscar um meio termo.


O que é liberdade para mim: liberdade é o indivíduo e a coletividade poderem construir o seu próprio destino sem serem conduzidos e moldados com valores de outrem, que é o que as instituições sempre fizeram historicamente. Só que, essa "Torre de Babel" que vemos hoje, não pode ser chamada de Liberdade, mas sim licenciosidade, o que é bem diferente.

Quando o indivíduo e a sociedade encontrarão a sua Liberdade?? ninguém sabe dizer. Como disse o peregrino, é provável que haverá, nas próximas décadas grandes revoluções em todos os sentidos, e dos escombros dessa velha sociedade, inegavelmente surgirá uma nova. Só que ninguém sabe quando isso vai acontecer. Eu particularmente penso que, até o fim do 3o milênio ermergirá essa nova sociedade. O progresso é inevitável (falo do progresso psicológico do indivíduo e das massas, e não somente do progresso tecnológico e das leis e costumes).

Com tudo o que estamos vivendo, a nossa sociedade é melhor que no passado: aumentou o crime, mas no século XIX havia pouco mais de 1 bilhão de habitantes no Globo, contra 7 bilhões atuais.
Sexolatria: aumentou? sim, mas isto não equivale dizer que antes ela não existia, mas sim que estava escondida e reprimida no insconciente coletivo.

A coisa vai melhorar, mas somente de médio a longo prazo. Nos próximos 100 anos tudo vai continuar como está ou até piorar.
Entretanto, se não podemos mudar o mundo, podemos mudar a nós mesmos fazendo a nossa parte, pois "quando um homem cai, a sociedade cai junto com ele, e quando um homem se levanta, a sociedade se levanta também".

Abraços,

Renato
avatar
Renato
Participante Dedicado
Participante Dedicado

Mensagens : 175
Data de inscrição : 27/06/2009
Idade : 47
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Lucas Benetti em Ter Jun 30, 2009 8:10 am

Gostaria de refletir um pouco sobre "revoluções".
Sabe-se que acontecem quando há uma 'crise de valores'[Os valores passados já não são tão 'valores' agora]. Se hoje estamos passando por uma mudança de valores, será que estes que estão substituindo os atuais trazem contigo uma 'alma' ou necessidade de revolução? A competitividade e o individualismo vão contra os valores da maioria(falo no caso da maioria do Brasil), já que está recebe até hoje valores 'cristãos' de vida, que se aplicados rigorosamente, a sobrevivência irá passar por riscos, que são desnecessários, pois o próprio dia-a-dia mostra que aquele que não está alinhado aos hábitos capitalistas(não-ócio) passa por dificuldades. Se o que está acontecendo é uma assimilação dos hábitos atuais, não se pode negar uma futura 'revolução', pois embora não haja na aparência uma 'crise de valores', ela pode ser refletida internamente, com depressões, que por sinal tem crescido em todo o mundo. Talvez a causa dessas depressões é somente a assimilação superficial dos valores atuais, e que entram em contradição com o 'verdadeiro' 'eu'.
Só que, para a minha infelicidade, os que hoje pensam em uma 'revolução' são uma minoria. E em oposição, há uma maioria, que anulam o voto de quem realmente se preocupa com os problemas socias - e sempre aliada com os falsos políticos[basta ver o número de corruptos e o grande Lula afirmando que não sabia que isto acontecia no seu partido(ou governo)]. A única forma de combater essa maioria, é transformando naquela minoria, mas isto, para acelerar a infelicidade, é 'depressão'. Eis a democracia.

Abraços,

L.

Lucas Benetti
Participante
Participante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 28/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Renato em Ter Jun 30, 2009 8:40 am

Lucas,
Tudo depende do que você entende por revolução
Revolução para você é substituir o modo de produção ou é uma revolução de valores dentro do Capitalismo? em caso positivo, concordo com você de que "aquele minoria que está no poder pode melhorar o país se ela rever os seus valores". Mas é aí que tá o problema: uma revolução desse tipo, só se dá no plano individual. Os hypiies (sempre escrevo essa palavra errada! Laughing ) negaram os valores de consumo do Capitalismo, e no entanto, não ofereceram uma alternativa convincente: pararam de consumir, criticaram o poder destruidor da ciência, mas não faziam nada, só ficavam usando drogas e fazendo sexo. Que revolução pode fazer uma comunidade dessas ainda que negue os valores dominantes? Resultado: o capitalismo se apropriou da cultura hypiie e hoje, roupas e objetos usados outrora por eles, são comercializados por griffs famosas nos grandes shopping centers.

O capitalismo, como a ciência, têm uma grande capacidade de readaptação sempre que surge um período de crise, quando um grupo ou uma comunidade marginal começa a questionar os seus valores e a sua validade. Marx demonstrou isso no Manifesto Comunista e depois foi criticado por Marshall Berman em "Tudo o que é sólido desmancha no ar", porque, se o Capitalismo tem esse estranho poder de superar crises (auto-destruição inovadora era a propaganda da Esso ou da Texaco nos anos 60), como então se chegará ao Socialismo e posteriormente ao Comunismo?? Nenhum marxista empedernido conseguiu contornar esse paradoxo no plano teórico, e no prático foi um desastre ...

Agora, do ponto de vista individual, acho que podemos constestar os valores que criticamos, mas nem por isso eu preciso deixar de comprar um carro popular zero km, e ficar andando num fusquinha 69 como já muitos fazer...

Esse trabalho que estamos fazendo aqui, é uma crítica à inversão de valores. Só tem uns gatos pingados discutindo, mas tem gente lendo. Em outros fóruns, universidades, revistas especializadas outros fazem o mesmo.

Como dizia um amigo meu, quando eu fazia facul de Ciências Sociais: "você tem observar a loucura da sociedade, mas sem entrar nela", ou seja, sem ser louco como ela (nunca mais me esqueci desse ditado desse amigo meu).

Então, acho que é isso que nos compete fazer, e freqüentemente, quando tentamos, sucumbimos.
avatar
Renato
Participante Dedicado
Participante Dedicado

Mensagens : 175
Data de inscrição : 27/06/2009
Idade : 47
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  dire Z'one em Ter Jun 30, 2009 8:03 pm

Epah, acho realmente que o individualismo é algo inevítavel, hoje em dia, suponho. Se uma pessoa chega a uma certa idade e começa a perguntar-se qual o sentido da Vida e a olhar-se criticamente o passo seguinte seria a individualisação da pessoa, a criação de um outro Eu que não estivesse ligado à sociedade e se que mexesse e se manifestasse paralelamente com o Eu que está dentro da mesma. Ou isso ou uma crise existencial duradoura! Isto usando a tua análise do Viktor Frankl, Renato.

Realmente é dificil pensar numa maneira simples de resolver o problema! Acho que as pessoas se magoam demasiado umas às outras especialmente quando esperam muito umas das outras. Por isso aprendi sempre a não esperar nada de ninguém! Mas vejo que mesmo pessoas que me tem em grande consideração não fariam nenhum sacrificio por mim, isto é a minha óptica, e claro que é, de certo modo, um paradoxo. Por isso sempre que penso tento faze-lo como um Deus, já que acredito que, se ele existe, íria ser imparcial para as pessoas deste mundo. Como por exemplo alguém rezar para ter uma boa nota. Seria injusto eu ajudar essa pessoa porquê assim estaria a prejudicar outras. Para além de que Deus não deveria estar no Universo físico logo não deveria fazer nada por nós! Se alguém me perguntasse se, entre um ente querido e uma outra pessoa qualquer, qual escolheria, eu deveria dizer que não poderia escolher entre nenhum. Como se por exemplo, se alguém querido estivesse a morrer e eu pudesse matar meia duzia de pessoas para o salvar, nunca teria o direito de o fazer mesmo que essas fossem más. Por outro lado acho que pessoas "más", a que chamo de escória, existissem, e se pudesse elimina-las, eu teria todo o gosto! No entanto, não posso colocar a vida de alguém por frente da outra só por ser um conhecido querido. Claro que isto é bastante estranho porquê vai contra a tendencia de sobrevivencia e também sou espéciecista, discrimino as espécie( LOL), mas enfim não sou da PETA.

Abraços, Dire Idea
avatar
dire Z'one
Participante Regular
Participante Regular

Mensagens : 66
Data de inscrição : 26/06/2009
Idade : 26
Localização : Num Universo Relativamente Longe do Teu, Sir!

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Lucas Benetti em Qua Jul 01, 2009 6:36 am

Creio eu que se a sociedade adotar o valor coletivista, seria impossivel uma mudança social mais ampla(no plano político-econômico) por causa das dívidas externas e internas, somos 'obrigados'(embora tenhamos escolha, é uma questão de sobrevivência) a continuar inseridos no modo de produção atual. Ou seja, mudando esse valor ou não, tudo ira continuar como está. Não seria nem um pouco a cara do Brasil estabelecer uma política como a da China, tão pouco como a de Cuba, mas se é esperado que o Brasil cresça(coletivamente também), esta na hora de começarmos a usar todas as mentes, e todos os braços, para que a vida torne digna a todos(aplicando a nossa atual constituição), e não somente aos detentores de dinheiro. Com uma sociedade mentalmente coletivista, os maiores problemas do Brasil acabarão : Concentração Fundiária(Há muitos 'latifundiários' que devem, e continuam sem tentar produzir algo que ajude a sociedade) ; Habitação desorganizada(com foco em favelas - onde o saneamente básico é precário,e como consequência, há doençãs e mais gasto público na área de saúde). Infelizmente a contituição parece estar muito a favor dos direitos individuais a ponto de não limita-los.
Talvez assumi um ponto de vista "exaltado", mas até agora foi a única solução que pensei a curto prazo. O Brasil precisa de medidas mais urgentes.
Abraços,
L.

Lucas Benetti
Participante
Participante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 28/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  dire Z'one em Qua Jul 01, 2009 5:23 pm

Boas, a todos. Acho realmente importante condensar o poder político e económico na classe média! Isso só é possível com a expansão da mesma e para que isso aconteça é de sumo interesse que se aposte bastante na educação. Infelizmente isso não existe em grande parte dos países, a aposta na educação, é muito enfatizada nos países nordicos da Europa. Em que a diferença entre ricos e pobre, o foço, é muito pequeno! Oque significa que a corrupção também é miníma. Rolling Eyes

Abraços, Dire Idea
avatar
dire Z'one
Participante Regular
Participante Regular

Mensagens : 66
Data de inscrição : 26/06/2009
Idade : 26
Localização : Num Universo Relativamente Longe do Teu, Sir!

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Douglas M. em Sab Jul 25, 2009 2:01 am

Interessante o assunto deste tópico. Inversões de valores sempre existirão, pois valores por si mesmos não existem, são convenções estabelecidas por nós. Haja vista que, de acordo com a utilidade ou viabilidade, de tais costumes e valores, estes se tornam obsoletos, ultrapassados ou até mesmo ruins. Por exemplo: antigamente cabia a cada um cuidar de suas contendas particulares. Existiam assim duelos, vinganças entre outros. Mas com a mudança do modo de pensar da humanidade, a justiça praticada dessa forma acabou se tornando ilegal, cruel. Trazendo o pensamento para fora da estrutura moral que temos hoje, pensando aprioristicamente, os valores morais básicos que toda sociedade tem são aqueles que auxiliam a preservação da vida. Sendo assim, outros valores que não estes, se prestam apenas em caráter subjetivo. Nos dias atuais, levando-se em conta a influência de certas instituições (como já foi citado pelos colegas), esse valores estão muito confusos justamente pela sua subjetividade. Doutrinas religiosas, pela suas morais anceitrais e, dentro de um certo limite, imutáveis auxiliam muito nessa "desordem" moral. Por conta disso questões como a legalização do aborto, da eutanásia, do próprio homossexualismo, se tornam polêmicas e levadas até o abismo da irracionalidade.

Sobre a Democracia, penso o seguinte: é um sistema que preserva a lei natural de "sobrivivência do mais forte", só possui regulamentação para isso. Sendo assim, concordo de maneira veemente com o último post de Lucas. Venho já a algum tempo martelando nessa questão! Acredito que é um DEVER de todo cidadão se prestar a uma atividade que tenha em vista a estruturação, manutenção e avanço da sociedade em que vive. De igual forma acredito que tal mudança deveria estar na constituição de todas as nações. É uma coisa ainda difícil de realizar, é verdade. Mas sugiro que debatamos mais sobre tal questão, pontos de vistas diferentes, baseados na lógica, só tendem a enriquecer a compreensão e assim alargar o espaço para possíveis soluções.

Douglas M.
Participante
Participante

Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/07/2009
Idade : 26
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  dire Z'one em Sab Jul 25, 2009 2:11 am

Boas, a todos. Acho que deveriamos, então, abrir um novo tópico. E o meu caro amigo Douglas poderia inaugurar um começando por colocar questões para, posteriormente, irmos respondendo e debatendo.

Abraços, Dire Idea
avatar
dire Z'one
Participante Regular
Participante Regular

Mensagens : 66
Data de inscrição : 26/06/2009
Idade : 26
Localização : Num Universo Relativamente Longe do Teu, Sir!

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Douglas M. em Sab Jul 25, 2009 2:40 am

De acordo, assim está feito!

Douglas M.
Participante
Participante

Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/07/2009
Idade : 26
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Lucas Benetti em Sab Jul 25, 2009 8:06 am

De acordo[2]. Smile
Abraços

Lucas Benetti
Participante
Participante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 28/06/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inversão de valores.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum